Com as portas abertas para a ascensão dos talentos

Com as portas abertas para a ascensão dos talentos

Aonde quero estar daqui a três ou cinco anos? Quais são minhas perspectivas dentro da organização? Indagações dessa natureza são perfeitamente naturais aos profissionais que vislumbram uma carreira promissora e têm, em suas mentes, desafios que desejam ser vencidos a partir da elaboração de um projeto ou de uma projeção que os faça ter foco no futuro e, consequentemente, os motive no dia a dia.

Esse é apenas um lado da moeda, pois frente a um mercado repleto de inovações nos deparamos com organizações que também se mostram preocupadas com o "amanhã" dos seus talentos. E para evitar que seus colaboradores caiam em um círculo vicioso que só os faça perder tempo, ao invés de projetá-los, apresentam propostas que se traduzem em Planos de Carreira.

No Grupo BR Home Centers - companhia composta pelas marcas Casashow e TendTudo - que atuam no segmento varejista de materiais de construção, por exemplo, a resposta para atender a essa necessidade específica dos seus times iniciou-se em um projeto criado em 2008. Esse foi o período em que a empresa lançou uma ação direcionada ao colaborador que se caracteriza hoje por ser o Plano de Carreira da companhia e, diga-se de passagem, tornou-se um dos atrativos para a captação de talentos.

De acordo com Pollyana Guimarães, gerente de RH do Grupo BR Home Centers, o Plano de Carreira está direcionado a todos os profissionais da organização e a ação possui entre seus objetivos: estimular o autodesenvolvimento das pessoas possibilitando o aperfeiçoamento profissional, aumentando o grau de comprometimento dos colaboradores e a satisfação com a remuneração; administrar diretamente o orçamento da empresa, através do controle de headcount e os gastos com pessoal; e remunerar o trabalho de forma clara e transparente de acordo com as regras estabelecidas e com a legislação trabalhista vigente.

Ao ser indagada se para implantar o Plano de Carreira a companhia optou por firmar parcerias externas, Pollyana Guimarães responde negativamente e argumenta que essa decisão foi tomada porque a organização já possuía em seu quadro profissionais capacitados com conhecimentos técnico, para desenvolver e gerir todos os processos voltados para o Plano de Carreira, sempre com foco na missão, na visão e nos princípios da empresa.

Plano de Carreira - Vale destacar que o Grupo BR Home Centers dispõe de um Plano de Carreira para seus funcionários com perspectivas de crescimento salarial dentro do mesmo cargo, conforme a performance ou através de promoções internas. "Todos os colaboradores que estão na empresa recebem de forma integral, e não proporcional para os contratados em período inferior a 12 meses, os índices firmados em dissídio coletivo anualmente. Também é realizada, todos os anos, a avaliação de performance de todos os colaboradores, aplicando-se o enquadramento de novas faixas para os funcionários mais performáticos. Esta ferramenta tende a medir o nível técnico e comportamental que um determinado cargo exige versus o ocupante. Diante desta metodologia, os salários serão adequados conforme exigência da função e, uma vez que o ocupante não esteja dentro do perfil exigido, a empresa mostrará o caminho do desenvolvimento, seja técnico ou comportamental", declara a gerente de RH.

Segundo ela, o Plano de Carreira tem sido reforçado através da comunicação interna da empresa e para isso, a companhia recorre ao processo de integração realizado junto aos novos colaboradores, disponibiliza e-mails marketing, promove a divulgação via treinamentos ou palestras, e usa uma ferramenta instituída recentemente e que tem conquistado espaço entre o público interno: o Desenvolva-se.

Benefícios - Já entre os benefícios gerados pelo Plano de Carreira, Pollyana Guimarães faz questão de mencionar que a ação trouxe: equilíbrio interno e externo; estimulou o surgimento de oportunidades para os colaboradores crescerem vertical e horizontalmente na companhia; acarretou a implantação da avaliação por meritocracia e acelerou a capacitação profissional. "As lideranças tornaram-se os responsáveis pela trilha de carreira dos subordinados, no qual tem a missão de desenvolver novos gerentes e prepará-los para um caminhar de sucesso. Além disso, temos colhidos frutos que são traduzidos através de números. Obtivemos a maior nota nos últimos anos no quesito ‘transparência', no recrutamento interno, 99% das pessoas que ocupam cargos de liderança foram formados internamente, aconteceu uma maior aproximação do gestor e subordinados, aonde a liderança tem a missão de formar novos sucessores", comemora a executiva.

Desenvolva-se - Recentemente, o Grupo BR home Centers instituiu uma nova ferramenta com vistas no crescimento profissional dos seus colaboradores: o Desenvolva-se - uma plataforma virtual de acompanhamento e análise de desempenho. Através de um login e um senha individuais, cada funcionário pode acessar o sistema e visualizar sua própria trilha de carreira, bem como acompanhar quais os cargos que ele pretende alcançar internamente. O sistema possibilita, também, que o talento vislumbre quais são as competências necessárias para conquistar a função que deseja e poderá gerir todas as suas participações em cursos e treinamentos que contribuirão para o seu crescimento.

"O Desenvolva-se vai provocar uma mudança cultural na empresa, porque nós estamos acostumados a esperar que alguém nos cobre algo que precisa ser melhorado no nosso desempenho profissional e agora vai ser plantada a semente do autodesenvolvimento. Nesse momento a empresa compartilha com o colaborador a responsabilidade de aprimorar habilidades e competências. Entregar o feijão para o colaborador foi uma maneira que encontramos de explicar da maneira mais lúdica, que se a pessoa não investir esforços, tempo, dedicação e cuidado na carreira dela, a mesma não vai deslanchar. A mensagem é: se não plantarmos, não teremos nada o que colher!. O resultado foi incrível, tivemos 100% de adesão, todos entenderam o propósito da campanha e levaram muito a sério. Tem gente que não quer mais largar o feijão e eles já se referem ao mesmo como a carreira deles. Algumas pessoas já falam: Olha como a minha carreira está bonita, Meu desenvolvimento foi muito rápido", vibra, Pollyana Guimarães.

Ao ser questionada sobre os motivos que levaram a companhia a reformar o desenvolvimento de carreira a partir dessa nova plataforma, a gerente de Recursos Humanos cita que essa necessidade surgiu a partir do momento que apontamentos foram identificados através pesquisas internas e de conversas mantidas com os colaboradores, onde os dirigente entenderam que existia uma necessidade de se implantar um sistema que garantisse a credibilidade e a transparência em relação aos processos de recrutamento interno e da trilha de carreira, onde o próprio colaborador pudesse gerenciar sua produtividade.

"A iniciativa Desenvolva-se é um facilitador para identificarmos nossos futuros talentos e certamente investiremos nos profissionais que precisam de auxilio para aderirem à função desejada. Uma bolsa de estudo será liberada aos colaboradores que tiverem mais aderência ao cargo também. A boa performance irá garantir maiores investimentos por parte da empresa", esclarece Pollyana Guimarães.

A expectativa da companhia em relação a esta iniciativa é alta e acredita-se que a empresa está dando as condições perfeitas para que todos possam se desenvolver e crescer. Inclusive, espera-se que exista um aumento na produtividade, uma vez que a mesma está ligada à motivação, mas principalmente à vontade de crescimento interno e de permanência na empresa. "Não estamos projetando números, mas sim um ambiente produtivo e transparente em relação ao crescimento interno", conclui a gerente de RH do Grupo BR Home Center.

Por Patrícia Bispo para o RH.com.br